Equipe admite erro e pede desculpas a Nelsinho

No Grande Prêmio de Mônaco, Nelsinho Piquet realizava uma exibição correta e ocupava a 11ª colocação quando se envolveu em acidente com Sebastien Buemi. A batida motivou duras críticas do brasileiro ao suíço. Nesta terça-feira, até a Toro Rosso entrou na discussão: a equipe enviou um e-mail pedindo desculpas à Renault pelo erro de seu piloto.

Bastante irritado com o incidente que o tirou da prova ainda na décima volta, Nelsinho chegara a dizer que o novato oriundo da GP2 "não tinha experiência" para participar da Fórmula 1.

Pouco mais de uma semana depois do ocorrido, a Toro Rosso se mexeu e se desculpou formalmente com a Renault e o brasileiro, que acreditava na possibilidade de marcar pontos de forma inédita na temporada.

"Foi uma corrida enormemente frustrante para mim", afirmou ao site F1Racing. "Eu levava muito combustível e provavelmente somaria alguns pontos, porém, não se pode fazer nada nessas situações: Buemi acertou a traseira de meu carro e me tirou da corrida", resumiu Nelsinho Piquet, esperando evolução para a etapa da Turquia, no próximo domingo.

Nelsinho ainda não pontuou na temporada de F1

Nelsinho ainda não pontuou na temporada de F1